Governo Provincial da Lunda-Norte

História

  1. I. CARACTERIZAÇÃO HISTORICA

    A Província da Lunda-Norte, é o resultado da divisão da então Província da Lunda, criada enquanto Distrito no final do século XIX, precisamente a 13 de Julho de 1895 pelo regime colonial português, cuja capital era Heriques de Carvalho, hoje Saurimo.

    Ao abrigodo do Decreto-Lei nº84/78 de 4 de Julho, da Presidência da República, publicado no Diário da República Iª Série-Nº156, surge a Lunda-Norte repartida em nove (9) Municípios e vinte e cinco (25) Comunas, tendo naltura como capital Luakapa, por causa da perspectiva da construção na área de Mulepe, cujo projecto foi inviabilizado. Actualmente o Município sede é o Chitato (Dundo). Tendo em conta a sua dimensão, o tratado arquitectónico que a cidade do Dundo encerra.

    A Lunda-Norte, está limitada a Norte e a Leste com a República Democártica do Congo, a Este com a Província de Malange e a Sul com a Província da Lunda-Sul. Tem uma superfície de 103.760Km2 e uma população estimada em mais de Um Milhão de habitantes.

    II. DIVISÃO POLÍTICA E ADMINISTRATIVA

    A Província da Lunda-Norte tem como sua capital a cidade do Dundo. Administrativamente, está dividida em nove (9) Municípios e vinte e cinco (25) Comunas, dos quais: Tchitato( Tchitato, Lovua e Luachimo), Cambulo(Cambulo, Canzar e Luia), Lucapa(Lucapa, Camissombo, Capaia e Xá-Cassau), Cuilo(Cuilo e Caluango), Lubalo(Lubalo, Muvuluege e Luangue), Capenda-Camulemba(Capenda-Camulemba e Xinge), Xá-Muteba(Xá-Muteba, Iongo e Cassange-Calucala), Cuango(Cuango e Loremo) e Caungula(Caungula e Camaxilo) respectivamente.

    O poder central da Província, é exercido por um Governador, apoiado actualmente por três Vices-Governadores: para o sector económico, sector político e social e para o sector técnico e infra-estruras.

    III. PRINCIPAIS RIQUEZAS

    Sua rede hidrográfica com os principais afluentes do Kassai, que a banham é, de Oeste a Leste o Cuango, Cuilo, Luangue, Luxico, Chicapa, Luachimo, Chihumbue e seu afluente Luembe. Todos nascem na região do SW. E que facilita a pesca artesanal.

    O diamante.

    A agricultura, com realce para a (Madioca, Ginguba, Milho, etc…). A Província da Lunda-Norte já foi grande produtora de arroz na localidade do Nordeste Comuna do Canzar nos anos 70.

    E sua cultura. Como exemplo a Mwana Phwo( Mulher jovem).

     

    IV. GOVERNADORES

    Desde 1978, ano em que foi criada a Província da Lunda-Norte, por aqui passaram, para além do actual Governador Doutor Ernesto Muangala, seis individualidades que estiveram à frente dos destinos da Província. Por ordem cronológica eis os seus nomes:

    • De 1978 a 1983 – João Ernesto dos Santos “Liberdade”.
    • De 1983 a 1986 – Silvério Gelim Paim “Kubindama”.
    • De 1986 a 1991 – Norberto Fernandes dos Santos “Kwata-Kanaua”.
    • De 1991 a 1992 – José Manuel Salucombo.
    • De 1992 a 1997 – Francisco Moisés Nele.
    • De 1997 a 2008 – Manuel Francisco Gomes Maiato.
Galeria de Imagens